Advertisement

Quatro Airbus A340 ex-Turkish Airlines realizaram possível ‘voo clandestino’ de entrega para o Irã

Airbus A340 Turkish Airlines voo clandestino misterioso Irã Joanesburgo

Nos últimos dias, um voo conjunto com quatro Airbus A340-300 antes operadas pela Turkish Airlines e que estavam estocadas em Joanesburgo desde 2019 chamaram a atenção.

A ação incomum foi reportada no dia 23 de dezembro pelo perfil do Twitter @Gerjon_, pois as aeronaves foram aposentadas pela Turkish Airlines no final de 2018 e ganharam recentemente novos registros do país africano Burkina Faso XT-AKK, XT-AKB,  XT-ALM, sem informações do novo registro da quarta aeronave.

Com isso, suspeita-se que o voo entre Joanesburgo e Teerã-Mehrabad tenha sido um traslado clandestino para a Mahan Air, operadora do Irã que está impedida de receber novas aeronaves diante das sanções impostas pelos EUA, ou seja: o voo misterioso pode ter sido uma manobra para burlar possíveis sanções ocidentais. 

https://twitter.com/26DegreesSouth/status/1606485682176032768?s=20&t=bPATz9aearYsd2Ql9R-wiA


As quatro aeronaves envolvidas são:

  • msn 115, 2-AVRA, ex TC-JDM
  • msn 180, 2-AVRB, ex TC-JDN
  • msn 270, 2-AVRC, ex TC-JIH
  • msn 331, 2-AVRD, ex TC-JII

Ainda não se sabe quem ordenou e qual empresa de leasing estava envolvida, aumentando as suspeitas de que a Turquia pode ter ajudado no voo de translado, conforme observado pelo Portal Sramble

Por fim, o Irã nos últimos anos vem enfrentando dificuldades para conseguir novas aeronaves e peças, principalmente por conta das sanções contra os Estados Unidos, fazendo com que o país opere aeronaves ultrapassadas. 

 

Com informações: Scramble

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 

Avatar

Autor: Gabriel Benevides

Redator Apaixonado por aviões e fotografia, sempre estou em busca de curiosidades no universo da aviação. Contato: [email protected]

Categorias: Aeronaves, Artigos, Notícias

Tags: A340, Airbus, Turkish Airlines, usaexport