Advertisement

Mais duas aeronaves da Itapemirim seguirão para os Estados Unidos

ITA Itapemirim Voos SNA Sindicato Aeronáutas

Após as duas primeiras aeronaves da Itapemirim deixarem a frota para serem estocadas nos Estados Unidos, a (ANAC) confirmou que outras duas aeronaves também deixarão o Brasil em breve.

Segundo as informações do Portal Congresso em Foco, as aeronaves do modelo A320 de matrícula PS-SPJ e o PS-TCS seguirão para o aeroporto de Blytheville, localizado no estado do Arkansas, nos Estados Unidos. Os voos foram solicitados pelo lessor UMB Bank, proprietário das aeronaves.

Com isso, quatro aeronaves das seis que operaram pela ITA estão com o seu retorno ao Brasil indefinido, indicando que dificilmente a Itapemirim Transportes Aéreos poderá retomar as suas operações regulares ainda no primeiro semestre de 2022.

Por outro lado, quando questionada sobre o envio das aeronaves aos Estados Unidos, a Itapemirim informou que os voos ao exterior tratam-se para a manutenção das aeronaves.

Sem voar desde o dia 17 de dezembro de 2021, a Itapemirim surpreendeu os seus clientes com passagens marcadas em todo o Brasil após anunciar a paralisação das suas operações. Após o ocorrido, a ANAC suspendeu o seu Certificado de Operador Aéreo (COA), bem como a comercialização de passagens aéreas até que a empresa passe a cumprir os pedidos de reembolso e a reacomodação de passageiros.

Com a promessa do retorno das atividades no dia 17 de fevereiro cada vez mais incerta, muitos clientes com passagens compradas para o final de dezembro e janeiro relataram ao Portal AEROFLAP que ainda não conseguiram realizar o reembolso.

Com informações: Congresso em Foco

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 

Avatar

Autor: Gabriel Benevides

Redator Apaixonado por aviões e fotografia, sempre estou em busca de curiosidades no universo da aviação. Contato: [email protected]

Categorias: Notícias

Tags: Itamperi, Itapemirim, Notícias, Notícias de aviação, usaexport