Advertisement

Fãs vibram com sobrevoo de bombardeiro B-2 em jogo nos Estados Unidos

Bombardeiro stealth B-2 sobrevoou o estádio Rose Bowl. Foto: Mark Holtzman/West Coast Aerial Photography.

O sobrevoo de um bombardeiro stealth B-2 Spirit da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) alegrou os fãs de futebol americano durante a abertura de um jogo na última segunda-feira (01/01). A aeronave “invisível aos radares” fez uma passagem baixa sobre o Rose Bowl Stadium em Pasadena, Califórnia, antes partida entre os times das universidades de Michigan e Alabama pelo College Football Playoff (CFP).

O evento marcou o retorno do B-2 à Rose Parade, que não pode participar da edição de 2023 por conta de um incidente com um dos bombardeiros, o que levou ao aterramento de toda a frota. Superados os problemas, a icônica aeronave de combate pode retornar ao tradicional desfile, prestigiado por milhares de fãs.

Até mesmo os apresentadores de televisão vibraram – e muito – com o voo do B-2, que passou por cima do estádio logo no final do hino estadunidense. 

Embora o voo rasante de aeronaves militares em eventos esportivos nos EUA seja comum, a presença do B-2 sempre chama mais atenção do que o comum, justamente por ser um avião furtivo, com capacidade nuclear e rodeado de segredos. 

O B-2 que sobrevoou o Rose Bowl no primeiro dia de 2024 foi o de matrícula 93-1086, batizado como Spirit of Kitty Hawk, entregue à USAF em agosto de 1996. É um dos apenas 21 bombardeiros B-2 fabricados, e assim como as outras aeronaves, tem como sede a Base Aérea de Whiteman, no estado do Missouri. 

Perto de completar os 30 anos de serviço, o B-2 já participou de diversos conflitos. Os EUA planejam voar o lendário jato até 2032, quando será substituído por outro avião furtivo, o B-21 Raider, que fez seu primeiro voo no final do ano passado. 

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 

Avatar

Autor: Gabriel Centeno

Estudante de Jornalismo na UFRGS, spotter e entusiasta de aviação militar.

Categorias: Militar, Notícias

Tags: B-2, Sobrevoo, USAF