Advertisement

Embraer poderá vender C-390 para a Coreia do Sul, em substituição ao Hercules

Embraer KC-390 Aviação programa TV Cultura programação

Nesta última semana um Comitê de projetos da área de defesa na Coreia do Sul aprovaram um orçamento de US$ 580 milhões para a compra de novas aeronaves, especificamente para substituir os aviões C-130H Hercules, que serão aposentados até 2026.

Nesta competição as aeronaves A400M, da Airbus, C-390 Millenium, da Embraer, e C-130J, da Lockheed Martin, podem competir para uma aquisição de possivelmente 12 a 16 aviões de carga fabricados no exterior.

Com o orçamento aprovado pelo comitê, a RoKAF (Força Aérea da República da Coreia) pode começar o processo de licitação para a compra dessas aeronaves, de acordo com os requisitos de projeto.

Atualmente a Coreia do Sul tem uma frota de 12 aviões C-130H Hercules, e mais quatro C-130J Super Hercules, sendo que este último continuará na frota de transporte, e é a única versão comercializada pela Lockheed Martin atualmente.

C-130J Super Hércules da ROKAF. Foto: Republic of Korea Armed Forces via Facebook.

O comitê também aprovou um projeto de 690 bilhões de won para desenvolver e fabricar mísseis guiados navio-ar do próximo ano até 2036 e um esquema de 230 bilhões para desenvolver armas ar-terra de longo alcance para ataques de precisão até 2028.

Atualmente a Força Aérea da República da Coreia possui aviões C-130, CN-235 e A330 MRTT em sua frota.

 

Coreia do Sul tem um projeto para novo avião cargueiro

A Korea Aerospace Industries (KAI) apresentou recentemente em um vídeo o projeto da empresa para uma aeronave de transporte militar e multi-missão, para o uso pela Força Aérea da Coreia do Sul.

O avião aparenta ser bem semelhante ao C-2, fabricado pela Kawasaki no Japão, e o KC-390 da brasileira Embraer, projetado especificamente para a FAB. Curiosamente o conceito da KAI também é chamado de C-2, por enquanto.

A aeronave pode ser utilizada para muitos fins diferentes, incluindo avião de reconhecimento e aeronave de patrulha marítima. Se o projeto for aceito pelo país, o investimento da KAI deve ser de US$ 2,7 bilhões ao longo dos próximos sete anos.

Apesar do projeto existir, é improvável que o desenvolvimento completo da aeronave ocorra até 2026, como seus concorrentes que já estão disponíveis no mercado.

 

Capacidades do Embraer C-390/KC-390 e do C-130J

O KC-390 é uma aeronave de carga multimissão desenvolvida pela Embraer em parceria com a FAB para substituir o Lockheed C-130 Hércules, modelo de origem americana em serviço no Brasil desde 1964. 

Batizado como Millennium, o KC-390 pode transportar até 26 toneladas de cargas diversas, 80 soldados totalmente equipados ou 66 paraquedistas e é motorizado por dois turbofans IAE V2500-E5.

O modelo também poderá ser usado em missões de Busca e Salvamento, Vigilância e Patrulha Marítima. A capacidade de combate a incêndios também está sendo desenvolvida. Além do Brasil, o jato com 35 metros de comprimento já foi adquirido por Portugal (cinco unidades) e Hungria (duas unidades).

O C-130J Super Hercules tem com 34,69 metros de comprimento, 11,9 metros de altura e 39,7 metros de envergadura. A aeronave tem uma carga útil máxima de 19,9 toneladas, sendo capaz de transportar oito pallets, 128 soldados ou 92 paraquedistas.

 

Matéria com informações da Agência Yonhap.

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 

Avatar

Autor: Pedro Viana

Engenharia Aerospacial - Editor de foto e vídeo - Fotógrafo - Aeroflap

Categorias: Militar, Notícias, Notícias

Tags: Coreia do Sul, Embraer, KC-390, usaexport