Advertisement

Aviões-tanque Airbus A330 MRTT do Canadá terão sistemas de autoproteção da Elbit

Aeronaves Airbus CC-330 Husky (A330 MRTT) do Canadá terão sistemas de autoproteção contra mísseis fabricados pela Elbit Systems. Imagem via Elbit.

A  nova frota de aviões-tanque Airbus A330 MRTT da Força Aérea Real Canadense (RCAF) será equipada com sistemas de autoproteção da Elbit Systems. A empresa israelense obteve um contrato para fornecer sistemas de Alerta de Mísseis por Infravermelho (IR MWS) e Contramedidas Diretas por Infravermelho (DIRCM). 

De acordo com a empresa, o contrato será executado durante um período de cinco anos e demanda que a Elbit instale os sistemas nos A330 canadenses. 

“A decisão da Airbus Defence and Space de continuar equipando as aeronaves A330 MRTT com nossas soluções de defesa avançadas valida a qualidade e a tecnologia líder de mercado de nossas soluções”, disse Oren Sabag, gerente geral da Elbit Systems ISTAR e EW. “Nossa Suíte de Autoproteção DIRCM fornecerá ao cliente soluções defensivas avançadas para reforçar a segurança e a vantagem operacional das plataformas e da tripulação.”

Segundo a Elbit, os sistemas de proteção a laser DIRCM acumularam centenas de milhares de horas de voo em dezenas de plataformas e fornecem soluções avançadas de tecnologia defensiva para aeronaves que operam em campos de batalha modernos.

A RCAF adquiriu um total de nove A330 MRTT, localmente designados CC-330 Husky, para substituir os antigos CC-150 Polaris (Airbus A310). O contrato avaliado em US$ 3,6 bilhões inclui a compra de quatro aviões novos de fábrica e a conversão de outros cinco A330-200 usados, trabalho realizado nas instalações da Airbus em Getafe, na Espanha. 

A330-MRTT Airbus
Foto: Airbus

Via Elbit

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 

Avatar

Autor: Gabriel Centeno

Estudante de Jornalismo na UFRGS, spotter e entusiasta de aviação militar.

Categorias: Militar, Notícias, Notícias

Tags: A330 MRTT, Canadá, Elbit, usaexport